domingo, 13 de abril de 2008

Relatos da Viagem - o último dia



E para terminar em beleza, nada melhor que começar o dia como de costume: atrasados. Pois é umas queridas colegas deixaram-nos (mais de 30 pessoas) plantados no autocarro e saímos só com 1 hora de atraso. Fantástico, numa semana não saímos uma única vez a horas!




O primeiro local que fomos visitar foi mais uma aldeia histórica: Idanha-a-Velha. Confesso que gostei do local e do sossego e de seguida fomos para Monsanto, mais uma aldeia histórica, mais uma surpresa. Sempre ouvi falar da "aldeia mais portuguesa de Portugal" mas nunca tinha tido oportunidade de visitar.



Gostei muito mesmo da aldeia, fizemos a visita por algumas das ruas (claro que fomos até ao local onde está o galo (prémio precisamente por ser a aldeia + portuguesa) e depois de almoço os mais corajosos subiram ao castelo. Não me incluo neste lote, estava um bocado cansada e uma subida daquelas a seguir ao almoço e com um bocado de calor não me convenceu. (Desculpa Miguel porque não vi a tua apresentação do castelo).



Achei imensa piada às senhoras que na rua nos tentam impingir um adufe ou uma marafona (bonecas típicas da aldeia), sobretudo quando uma delas teve quase 10 minutos a fazer uma demonstração com adufe a um dos nossos colegas turcos que depois decidiu não levar o adufe. Foi uma cena que merecia ser gravada!!!



Depois seguimos rumo ao último local de visita: os jardins do Paço Episcopal de Castelo Branco. Pelo caminho 90% do pessoal foi a dormir e quando chegamos a Castelo Branco estavam com umas carinhas de zombies... Interessante foi o facto dos jardins já terem fechado, ou seja graças às dorminhocas da manhã o nosso colega que ia apresentar o jardim teve de o fazer do outro lado da estrada.


E passado este percalço e a apresentação rumamos então à escola. Mas pelo meio lá paramos numa área de serviço onde tivemos um dos momentos altos da viagem: o motorista sabia que tinha de ser praxado (ainda é novo nestas andanças) e então nada melhor do que fazer uma roda por os turcos a cantar e por o sr. Mário (o motorista) a dançar. Primeiro ele desatou a fugir mas depois lá acabou por dançar e nós por rirmos um bom bocado. Depois lá lhe demos a gratificação, um dinheiro que decidimos juntar e entregar-lhe como agradecimento por nos ter aturado 7 dias. Ele foi porreiro e sem dúvida merece o nosso 'obrigado!'.


E depois de pararmos em Lisboa para deixar alguns colegas, lá chegamos ao Estoril já depois das 21h. Mas como já disse o balanço é mais que positivo e a viagem fez com que a relação do pessoal da turma melhorasse ainda mais!

5 comentários:

Funride disse...

Antes de mais, o meu agradecimento pela possibilidade de utilizar as suas fotos, muito obrigado!

Gostei de ler estes relatos que de certa forma me fizeram recordar tempos de estudante mas também a época em que a minha irmã fez o curso de guia turística e interprete no ISLA. A região das aldeias históricas é realmente maravilhosa, eu tenho participado nos últimos anos em várias maratonas de btt na região e sou grande fã. E como se tudo isto não bastasse, a minha mãe nasceu em Penamacor, junto à Serra da Malcata.

Espero que mais viagens aconteçam para poder segui-las aqui, e desejo o melhor para a conclusão do curso e consequente vida profissional.

Bem haja!

MDJ disse...

por acaso no dia em que visitamos as aldeias históricas não havia btt, mas havia uma prova de jipes. estes locais recebem bastantes provas do género.
infelizmente não vão acontecer mais destas viagens: daqui a pouco mais de 1 mês termino o curso e esta viagem ao norte e centro foi a última do curso. O mais parecido com isso que vou ter para relatar são um ou outro dia em que vamos fazer alguns passeios em Lisboa.

de qualquer forma espero que continue a visitar o blog e agradeço pela visita e pelos votos em relação ao futuro.

Marina

Nuvem Mágica disse...

marineide estou a gostar! já não passava aqui há imenso tempo mas é tão bom que algum de nós vá deixando o seu relato/testemunho do que andamos a passar...beijokitas e continua*lisa

MDJ disse...

olha, olha, quem me veio fazer uma visita...
pelo meio dos trabalhos sinto esta necessidade de escrever e nada melhor que fazer alguns relatos da nossa atribulada (e também da parte boa) vida de estudantes.
Volta mais vezes!

beijinhos
Marina

Joana R. http://joanadepoisdebarcelona.blogs.sapo.pt/ disse...

Olá Marina,

Parabéns pelo blog!!! Como consegues ter tempo para tudo isto???

Eu não consigo ter tempo para escrever nada!!!

continua****** beijinhos